Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2013

Top AFP

Imagem
As tabelas da AFP deixaram de ser transmitidas na televisão após o fim do programa "Top+" em Dezembro de 2012.

TELEVISÃO

O "TOP +"  era um programa semanal produzido com o objectivo de divulgar o Top Nacional de Vendas elaborado pela Associação Fonográfica Portuguesa.

Era um dos programas mais antigos da televisão portuguesa. O TOP + nasceu na RTP em 29 de Setembro de 1991. A autoria do programa foi de António Avelar Pinho e o realizador era Diamantino Ferreira. O programa foi produzido por entidades como a Miragem, a Edipim ou mais recentemente a Valentim de Carvalho.

Pela apresentação do programa passaram nomes como Catarina Furtado (1991-1992), João Vaz (1991-1993), Sofia Louro (), Susana Oliveira, Margarida André e Lara Maia (1994-1996), Elisabete Caixeiro (), Carla Caldeira (), Pedro Ribeiro (1997-2001), Rita Seguro (1997-2000), Maria João Simões (2000-2002), José Carlos Malato e Ana Lamy (2002), Francisco Mendes e Isabel Figueira (2002-2012).

A AFP vai procur…

Gemini / Doce

Imagem
Os Gemini foram a primeira banda portuguesa a receber oficialmente um disco de ouro [para o álbum "Pensando Em Ti"]. Venderam mais de 130 mil discos num ano. Em 1978, venceram o Festival da Canção e representaram Portugal na Eurovisão com o tema inconfundivel "Dai li dou".

Estávamos em [fins de] 1976, quando o tema "Pensando em Ti" explodiu nas tabelas de vendas. Foi um sucesso sem precedentes nas rádios, reproduzido ao vivo em concertos por todos o país. O grupo formado por Tozé Brito, Mike Seargent, Teresa Miguel e Isabel Ferrão tinha uma imagem distinta. Remava contra a maré. Em vez de seguir a tendência da época, o canto livre, optou pela pop, à imagem do que faziam na Europa os ABBA.

Esta semana o ‘Perdidos e Achados’ re-encontra os Gemini. Quisemos saber como recordam a banda, o sucesso e as músicas que marcaram uma geração inteira de portugueses.

SIC, 10/02/2013

Video

Considerando que os Green Windows tinham deixado de fazer sentido, os restantes el…

Mercado português em aflição

Imagem
Grandes superfícies encomendam cada vez menos CD às editoras e receitas continuam a cair

Vendem-se cada vez menos CD

A Associação Fonográfica Portuguesa (AFP) ainda não divulgou os números oficiais de venda de música em 2012, mas a expectativa é de mais uma quebra significativa. Nos últimos anos, as vendas caem a um ritmo de 20% a 30% por ano e desde 2009 as receitas recuaram para quase metade.

"O mercado português ainda está muito dependente dos formatos tradicionais e enquanto não reverter esta tendência continuará a cair", indica Francisco Vasconcelos, administrador das Edições Valentim de Carvalho. "Infelizmente as lojas de música têm vindo a desaparecer e os CDs são cada vez mais consumidos em lojas multiproduto ou supermercados", frisa o responsável.

Armando Cerqueira, dono da editora Edisco, traça um cenário negro. "O mercado vem a cair todos os anos, os mercados tradicionais das editoras, as lojas de especialidade nas cidades estão praticamente extinta…