Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2017

As jóias da música em 1986

Imagem
Há 20 anos chegava-se ao disco de Platina por 60 mil cópias vendidas, ao Ouro por 30 mil e à Prata por 15 mil. Tempos houve em que os discos, realmente, vendiam. E as vendas eram marcadas com galardões: Prata, Ouro e Platina. Nessa altura, chegava-se ao disco de Platina por 60 mil cópias vendidas, ao Ouro por 30 mil e à Prata por 15 mil.

Vinte anos depois, a marca de disco de Prata desapareceu – e hoje bastam 20 mil exemplares vendidos para se receber a distinção máxima de Platina. Em 1986, em Portugal, foram estas as mais preciosas jóias musicais.

«Catorze intérpretes portugueses ganharam em 1986 discos de Platina, Ouro e Prata pelas vendas dos seus discos.

Com discos de platina foram galardoadas as colectâneas de Amália Rodrigues e Frei Hermano da Câmara.

Discos de Ouro foram para Nel Monteiro («Azar na Praia»), José Calvário («Saudades Vol.2») e Mini Stars («Mini Stars»).

Discos de Prata para Zeca Afonso («Galinhas do Mato»), Queijinhos Frescos («Batem Corações»), Fausto («O Des…