Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2017

Vendas de discos 1970

Imagem
Mundo da canção nº 3 de Fevereiro de 1970

Ainda de notar o "Top mc" com os discos mais vendidos nas discotecas do Porto, nos LP estava "Suzie Q" dos Creedence Clearwater Revival (estranho! seria uma colectânea que nos passou ao lado?) e nos Singles "Baby, I Coudn't See" dos The Foundations.
http://notaspassadas.blogspot.pt/2017/02/mundo-da-cancao-n-3-de-fevereiro-de-1970.HTML
Lojas Porto
Arnaldo Trindade, Discos Rapsódia, Discoteca Santo António, Discovisão, Electrovisão, Foto-Eléctrica e Vadeca
Singles e EP's
1 - Baby I Couldn't See - Foundations 2 - Lady Mary - David Alexander Winter
3 - Petit Bonheur - Adamo 4 - Pedra Filosofal - Manuel Freire 5 - Day Dream - Wallace Collection
LP
1 - Suzie Q - Creedence Clearwater Revival 2 - Contos Velhos, Rumos Novos - José Afonso

1999 - À espera do sonho pop

Imagem
AS GRANDES editoras de música em Portugal não disfarçam o pesadelo do batalhão de novas ameaças à indústria discográfica mas relativizam a sua importância, mesmo para justificar a expectativa de um decréscimo de vendas este ano. Essas ameaças vêm pela Internet (onde navegam programas gratuitos para descarregar ficheiros MP3, formato que permite armazenar som num computador à custa de muito pouco espaço e sem perder qualidade ou onde habitam empresas como a StarGig.com, que se propõe difundir gratuitamente música); essas ameaças espreitam nas lojas na forma de CDR, um CD que custa à volta de 300 escudos, ideal para fazer cópias; insinuam-se discretamente (devido ao custo, cerca de 50 mil escudos) em aparelhos semelhantes a um «walkman» capaz de armazenar 60 minutos de música em formato MP3 (caso do Rio, lançado pela empresa Diamond Multimédia ou do Yepp, da Samsung). .
Por que havemos de comprar um CD por três mil escudos quando ele pode ser ouvido sem custo e armazenado apenas com al…