VENDAS DE DISCOS EM PORTUGAL: GALARDÕES, DISCOS MAIS VENDIDOS, ETC...



terça-feira, 16 de março de 2010

Top separado para compilações (1995)

O top nacional de vendas de registos fonográficos passou a ser desde a semana passada dividido em dois: um de álbuns e um de compilações -- a definição de «compilação» corresponde ao álbum que tenha a participação de mais que um intérprete ou grupo.

A Associação Fonográfica Portuguesa (AFP) assim decidiu por ter achado por bem «abrir um espaço que se quer mais amplo para repertório mais novo que, de outra forma, talvez não pudesse vir a dispor da possibilidade de entrada no top». Em simultâneo pretende-se proporcionar um tratamento separado para as compilações, «tendo em conta as suas características muito próprias». O top nacional passará assim a ter 30 entradas no caso dos álbuns «normais» e dez no caso das compilações.

Público, 10/10/1995

Nota: por vezes surgem alguns discos nas tabelas de álbuns que talvez devessem ser incluídos nas tabelas de compilações. É o caso das colectâneas do programa "Operação Triunfo", algumas bandas sonoras ("Mamma Mia" por exemplo), o disco "XX Anos XX Bandas", etc...

Sem comentários: