Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2011

Vendas de discos 2010

Imagem
Discos mais vendidos em 2010
1 - O Mesmo de Sempre - Tony Carreira
2 - Morangos Com Açúcar (Vive O Teu Talento) - Banda Sonora (Farol)
3 - Dois Selos E Um Carimbo - Deolinda
4 - Viver A Vida (Internacional) - Banda Sonora (Vidisco)
5 - The Fame - Lady Gaga
6 - The E.N.D. - Black Eyed Peas
7 - Anual Mix Summer 2010 - Vários (Vidisco)
8 - Anual Mix 2010 (Mixed By DJ Fernando) - Vários (Vidisco)
9 - Longe - Pedro Abrunhosa & Comite Caviar
10 - Crazy Love - Michael Bublé
11 - Canção Ao Lado - Deolinda
12 - The Resistance - Muse
13 - Viver A Vida - Banda Sonora (Vidisco)
14 - Leva-Me Aos Fados - Ana Moura
15 - Morangos Com Açúcar (Escola de Talentos) - Banda Sonora (Farol)
16 - My World - Justin Bieber
17 - Toda A Escolinha de Música - Escolinha de Música
18 - Now 22 - Vários (EMI/Sony/Universal)
19 - O Melhor de Beto - Beto
20 - Morangos Com Açúcar (Escola de Talentos 3) - Banda Sonora (Farol)
21 - Greatest Hits - Bon Jovi
22 - Sale El Sol - Shakira
23 - Project - D'ZRT
24 - The E…

Os novos piratas da música

As vendas oficiais de discos começam a cair. Editores e autores recorrem à lei para neutralizar as cópias e os downloads ilegais, mas os marketers podem ser uma chave fundamental nesta batalha. Promover singles torna-se imperativo

Porque é que nunca mais houve um Stevie Wonder a liderar os tops durante mais de um ano? Porque é que grandes fenómenos como os Anjos não vendem metade do que venderam os Silence 4? Porque é que de repente reapareceu uma tabela de singles?

As cópias ilegais de CDs e os downloads da internet respondem a estas questões. Até ao ano passado, quando aparecia um sucesso na música, as editoras enchiam os cofres durante largas semanas. Agora, é apenas na primeira semana que tudo se joga, principalmente se, os maiores fãs são jovens. A partir daí, as cópias ilegais multiplicam-se. O consumidor continua a adquirir esses sucessos mas as editoras já não entram no jogo.

Portugal ainda não dispõe de números oficias sobre as gravações de CDs mas os dados disponíveis apont…

O ano de 1969

1969 foi marcado pela investigação que as Actividades Económicas conduziram contra o Mercado Discográfico, acusado de manter os preços artificialmente altos.

Texto de David Ferreira sobre Com Que Voz de Amália

No site sobre Arnaldo Trindade estão disponíveis dois recortes de 1969: revista Record Retailer de 13/12/1969 e revista Billboard de de 20/12/1969. O motivo foi a primeira convenção realizada pela empresa que incluiu a presença de artistas da editora Pye (Foundations, Consortium e Long John Baldry) e os portugueses Tonicha, Adriano Correia de Oliveira e Maria da Fé.

É referido que a indústria discográfica ainda era muito incipiente. Lisboa representava 60% das vendas e Porto seguia-se com 25%. Em Lisboa estava centralizada sobretudo na Rua do Carmo com 4 lojas de discos pertencentes ou ligadas às editoras. A maior era a Discoteca Universal de que Arnaldo Trindade possuía uma quota de 65%.

Vendiam-se apenas 2 milhões de discos mas tratava-se de um acréscimo de 12% relativamente  a…