VENDAS DE DISCOS EM PORTUGAL: GALARDÕES, DISCOS MAIS VENDIDOS, ETC...



quarta-feira, 26 de março de 2014

O Top Em Análise

TV TOP - tabelas semanais
«Flashdance...What a Feeling», de Irene Cara, está de novo, pela terceira vez, no comando do quadro de «singles» do «Top Música & Som».

Apenas por quatro vezes na vida deste top, um disco de 45 rotações conseguiu retomar o comando depois de o ter perdido por duas vezes. Aconteceu com «Ma Baker», dos Boney M., «Da Ya Think I'm Sexy», de Rod Stewart, «Enola Gay», dos Orchestral Manoeuvres In The Dark, e »Another Brick In The Wall», dos Pink Floyd. Este último disco detém o recorde de recuperações, pois perdeu o comando por três vezes e por três vezes o recuperou, no total de quatro  estadias em «top one».

O anterior líder, «Karma Chameleon» dos Culture Club, caiu para terceiro posto, sendo igualmente ultrapassado por «Amar Como Jesus Amou» de José Cíd.

Em álbuns, destaque para a estreia de «Can't Slow Down», segundo álbum a solo de Lionel Richie, que entra directamente para o quarto posto, numa altura em que «O Amor é a Moda», de Roberto Carlos, mantém a liderança.

PORTUGUESES NO TOP

Apenas sete «singles» conseguiram colocar-se no quadro exclusivamente reservado à produção nacional.

E o destaque vai, naturalmente, para o primeiro classificado, «Amar Como Jesus Amou», de José Cid, não só porque conseguiu manter essa posição, como também porque logrou chegar ao segundo posto do quadro geral, a sua melhor posição de sempre.

«Carlitos, Carlitos», de Fernando, é segundo entre os portugueses, mas perdeu terreno no quadro geral, passando de décimo segundo para décimo sexto, ao cabo de cinco semanas de permanência.

O decano da tabela é «Paixão», dos Heróis do Mar, actualmente com vinte semanas de estadia.

Uma única estreia: a de «A Nossa Música», de António. «Guardador de Margens», de Rui Veloso, é primeiro em álbuns e manteve o seu nono lugar no quadro geral.

O grande destaque contínua a recair sobre «Fado Bailado», de Rão Kyao, agora com 38 semanas de permanência, quinta melhor marca de sempre até hoje obtida no «Top Música & Som».

TV Top, 1984

http://queimador-recortesretalhos.blogspot.pt/2014/03/musica-n-81-capa-e-top-musica-1983.html
Música & Som
Em Abril, o quadro de singles do «Top Música & Som» ficou marcado pela espectacular entrada directa de «Quando o Coração Chora», da dupla Romeu & Julieta, que se colocou na primeira posiçáo sem passar por quaisquer postos intermédios.

O anterior comandante, «Words», de F.R. David, é agora o segundo classificado e, depois da boa carreira que já fez, e tendo em conta o tempo de permanência (nada que se compare aos 25 meses que, por lapso, saiu mencionado na revista anterior, mas de qualquer forma, seis), é muito natural que prolongue ainda mais a sua descida no próximo mês.

Logo a seguir, vem «It's Raining Again» tema de ponta do mais recente álbum dos Supertramp, que, pelo impacte que tem tido, e ainda pela regularidade que tem demonstrado, diz-nos que é capaz de se manter muito bem classificado, pelo menos durante um mês. De qualquer forma, a subida, de agora em diante, passados três meses da estreia, é pouco provável.

«Abracadabra», da Steve Miller Band, realizou também boa movimentação, pois deu um salto de oito lugares. fixando-se na quarta posição.

Ainda na primeira metade do quadro, realce para uma outra entrada directa cheia de gás. Trata-se de «Do You Really Want to Hurt Me», o disco de estreia dos Culture Club, que chegou, de uma penada, ao sétimo lugar. Tendo em conta a divulgação dada ao tema nos últimos tempos, não é difícil prever que vai subir nos próximos tempos.

http://queimador-recortesretalhos.blogspot.pt/2014/03/musica-n-81-capa-e-top-musica-1983.html
Tabela Mensal - Abril/1983
Um pouco mais abaixo, em nono lugar, situa-se o single «Save a Prayer». dos Duran Duran. No seu segundo mês de top subiu cinco lugares e, sabendo nós de antemão que esta troupe neo-romântica é campeã de vendas por cá, natural se torna dizer que a subida também não é um risco de previsão.

O decano do quadro é, neste momento, «Classic», de Adrian Gurvitz, tema que já conta com oito meses de permanência. No entanto, o disco está em regime de descida lenta e tudo indica que fez desta feita a sua despedida do quadro. Caso tal aconteça, o titulo mudará de mãos, muito provavelmente para «Words».

Uma nota final, no que respeita a singles, para o grupo Talk Talk que comete a proeza de ter dois discos classificados, sendo que um deles na metade de cima, «Talk Talk» em oitavo lugar. O outro é «Today» e acaba de se estrear no vigésimo posto.

No que concerne a álbuns, «The Concert In Central Park» de Simon & Garfunkel, comanda pelo segundo mês consecutivo. E, apesar das boas estreias de «Hooked On Classics» e de «The Kids From Fame», respectivamente em terceiro e quarto lugares, estamos em crer que, entre todos os discos actualmente classificados no quadro, continua a ser «Famous Last Words» dos Supertramp, aquele que melhores possibilidades terá de fazer frente a «The Concert...». De qualquer modo, é natural que no próximo mês entre nova matéria e nela poderá surgir «outsider» mais «perigoso» para o álbum de Simon & Garfunkel que, recorde-se, já cumpre o seu sexto mês de top, uma proeza notável, tanto mais se atendermos a que o disco é duplo.

No quadro nacional de singles «Quando o Coração Chora» é, logicamente, o comandante. Na sua beira está agora «Hiroxima (Meu Amor)» dos Da Vinci, que trocou de posição com «For The Love of Conchita» das Doce.

Para além do pulo do «Coração», igualmente digna de nota a entrada directa para o quarto lugar de «Anita», de Marco Paulo.

Em álbuns, o primeiro e segundo classificados do mês anterior, «Fado» e «O Disco do Ano da Música Portuguesa» já não aparecem entre os «cinco mais», pertencendo agora o comando a «Persona Non Grata» dos UHF. Destaque também para as estreias de «Por Este Rio Acima» de Fausto, «Aguas de Todo o Ano», de Eugénia Melo e Castro, e «Contos da Europa Tropical», de Fernando Girão, por esta ordem classificados.

Música & Som, Maio de 1983


O blog Recortes & Retalhos tem publicado várias tabelas mensais publicadas na revista Música & Som.

A edição aqui reproduzida - Abril de 1983 - corresponde à entrada do single «Quando O Coração Chora» da dupla Romeu & Julieta que viria a obter o primeiro disco de platina.  http://queimador-recortesretalhos.blogspot.pt/search/label/Critica%20de%20Discos-Musica%20e%20Som_Capa%20%26%20Top%60s


Além das tabelas de singles e álbuns eram também publicadas as tabelas nacionais com 10 singles e 5 álbuns e uma análise às principais movimentações nas tabelas. Curiosa a referência aos discos com mais semanas de permanência e aos discos que mais vezes recuperaram o primeiro lugar.

As tabelas continuaram a ser publicadas após Outubro de 1984 quando apareçeram as primeiras tabelas oficiais. Eram feitas com base em várias lojas do país.

Sem comentários: