VENDAS DE DISCOS EM PORTUGAL: GALARDÕES, DISCOS MAIS VENDIDOS, ETC...



quarta-feira, 19 de maio de 2010

Substituição do top de venda de Singles


O top de singles deixou de ser publicado no Natal de 1993. Entre 1998 e 2000 verificou-se um aumento nas vendas do formato que levou ao ressurgimento da tabela em Julho de 2000. A tabela foi interrompida novamente em Março de 2004 após o decréscimo nas vendas. Em 2003 venderam-se 300.000 unidades e 150.000 em 2002.

O CD-single nunca teve grande impacto em termos de vendas o que foi agravado com a internet.

dados retirados do artigo de Chris Graeme

 Billboard 03/04/2004

A Associação Fonográfica Portuguesa (AFP) retirou das tabelas de objectos discográficos mais vendidos — divulgada semanalmente aos meios de comunicação social — o top relativo aos singles, o formato mais «curto» de todos os disponíveis comercialmente. De acordo com Eduardo Simões, Director Geral da AFP, fazendo eco daquilo que há muito era comentado no chamado meio musical, «o mercado de singles tornou-se desinteressante para as empresas associadas da AFP».

Contando, entre os seus sócios, com os principais agentes editoriais a operar em Portugal, com um peso considerável assegurado pelas multinacionais (EMI, Universal Music, Sony Music, Warner Music, BMG), a AFP registou, ainda segundo o seu Director Geral, em 2003 uma queda na venda de singles de 50,13% relativamente ao ano anterior. Concretamente, foram contabilizados pela AFP 303.205 singles vendidos em 2002, contra uns escassos 151.204 em 2003. Em termos comparativos, a mesma associação apurou em 2003 a venda total de 12.369.756 de álbuns.

Retomada no início da presente década depois de anos de invisibilidade pós-época de ouro do vinil, a tabela de singles surgiu, à 10ª semana de 2004, substituída pela de DVDs musicais.

Blitz, 16/03/2004

A tabela de vendas de singles em Portugal deixou de ser compilada. A decisão da Associação Fonográfica Portuguesa (AFP) prende-se com a falta de expressão do mercado em Portugal. Eduardo Simões, director geral da AFP, disse, em declarações à Lusa, que "o mercado dos singles tornou-se muito pequeno" e que "as tabelas de vendas não dão aos profissionais uma leitura da realidade do mercado".

Em lugar da tabela de singles, a AFP passa a compilar as vendas de DVD musicais, o único produto musical que em 2003 conheceu vendas assinaláveis. A quebra na venda de discos em 2003 ficou perto dos 10 por cento e o número de unidades vendidas não conseguiu chegar aos 10 milhões, segundo os dados da AFP.

Pedro Rios, JPN, 12/03/2004


Singles em maior destaque entre 1995 e 2003:

F - Pedro Abrunhosa & Bandemónio [40.000 / Ouro e platina - 1995]
Candle In The Wind 97 - Elton John - 1997 [3*Platina]
Chegou o Noivo - Marco Paulo - 1997 [1*Platina]
Timor - Trovante - 1999 [50.000 discos]

50 mil discos por Timor

O CD single “Ai, Timor”, gravado especialmente pelos Trovante, teve uma venda espantosa no mercado nacional: nada mais nada menos que 50 mil unidades!

A receita das vendas – 38.740 contos – foi entregue a Pascoela Barreto, representante em Portugal do Conselho Nacional da Resistência Timorense. A entrega solene foi feita por Manuel Faria, João Nuno Represas, João Gil, Luís Represas, João Monge (autor da letra) e David Ferreira (da EMI - Valentim de Carvalho).

 TVMAIS, 18/02/2000

 I have been reliably informed that the Portuguese singles charts may soon be discontinued. This is because the sale of singles in Portugal is dismally low. AC Nielsen who compile the charts for both Portugal & Italy told me this. In Portugal only the big record specialists even stock singles, you can't buy them in supermarkets or small record shops. I was told that the single at #4 this week which was Remixed & Revisited by Madonna only sold 83 (Yes 83) copies.

UKMIX, 08/01/2004 

(unidades vendidas)

2002-----303.205
2003-----151.204
2004---1.688.548
2005-----176.367
2006------17.834
2007------41.815
2008-----119.731
2009------42.605
2010------50.644

O elevado volume de vendas de singles em 2004 deve-se a vendas especiais (clientes fora do mercado discográfico tradicional como empresas)

(FONTE: Obercom 2010)

Se em 2005 o total de vendas de singles ascendeu às 176.367 unidades, no 1º semestre de 2006 baixou drasticamente para as 13.611 unidades – quase 13 vezes menos.

(FONTE: Obercom)

Sem comentários: