VENDAS DE DISCOS EM PORTUGAL: GALARDÕES, DISCOS MAIS VENDIDOS, ETC...



quinta-feira, 21 de julho de 2011

Top Disco


TOP DISCO

No início de 1983 já era anunciado que iriam aparecer novas tabelas, baseadas em cerca de 700 lojas de disco, organizadas pela GPPFV, representante local da IFPI, que assim pretendia acabar com a confusão e anarquia provocada pelas tabelas existentes anteriormente que geravam muitos conflitos face às diferenças apresentadas.

O começo do programa "Top Disco" esteve previsto para Abril de 1984 mas apenas aconteceu em 6 de Outubro desse ano. O objectivo do programa era a divulgação das primeiras tabelas oficiais de singles e álbuns. Tabelas que eram compiladas pela Microsoft com base nas 300 lojas de discos mais representativas do país.

No programa eram divulgados os 5 telediscos de cada uma das tabelas procurando obter-se alguma diversidade. O que nem sempre aconteceu.

Começou por ser transmitido aos sábados à tarde. O apresentador escolhido foi António Duarte, jornalista e locutor de rádio ligado à divulgação musical.


O programa foi sempre alvo de alguma polémica, quer por parte das editoras quer de outras entidades. Também foi sendo alimentada com informações sobre a possível mudança de apresentadores ou de cenário do programa. Alguns dos nomes divulgados foram Rui Pego ou Manuela Moura Guedes, que poderiam apresentar com outro apresentador, mas tal não se concretizou.

Com a preparação do programa sobre a história da música portuguesa, António Duarte saiu tendo sido substituído na apresentação por Marcos André que já tinha apresentado o programa nalgumas ocasiões pontuais por impedimento de António Duarte.

O programa ainda durou até 11 de Outubro de 1986 acabando por ser substituído, aos sábados de tarde, pelo programa "Supertrinta" que era apresentado em voz-off por António Macedo e que alargava a tabela de singles para 30 de forma a tentar ter mais alguma movimentação.

Entrevista a António Duarte na Revista Plateia de Outubro de 1984 (O Top-disco é minimamente credível e sério)

Sem comentários: